Consultores e Corretores
Cadastrar Imóvel
(016) 2111-8880 (016) 2111-8888
Telefone

Exame - 24/10/2016


Caixa e Banco do Brasil nem sempre são os bancos com as taxas de juros mais baratas para financiar imóveis.



Aquela ideia de que as taxas de juros da Caixa e do Banco do Brasil são sempre menores para financiar imóvel já virou lenda. A verdade é que bancos privados podem ser tão ou mais competitivos, conforme o seu perfil e a modalidade de crédito escolhida.

Pesquisar é palavra de ordem quando se fala no parcelamento que, provavelmente, será o maior da sua vida. A seguir, você pode comparar as taxas de juros cobradas por cada banco em setembro, divulgadas todo mês pelo Banco Central, conforme a modalidade de financiamento imobiliário. Clique aqui para conferir.

Há dois modelos de taxas de juros: pré-fixadas, quando, ao assinar o contrato, você sabe exatamente o total de juros que pagará até o final do financiamento; e pós-fixadas, que normalmente acompanham a Taxa Referencial (TR), a mesma que serve de base para os rendimentos da poupança.

Em cada uma dessas modalidades, há taxas reguladas e de mercado. O primeiro grupo é regulado pelo Sistema Financeiro de Habitação, que parcela imóveis de até 750 mil reais nos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Distrito Federal, e de 650 mil reais nos demais estados. Essas taxas costumam ser mais baixas do que as de mercado.

Nem todos os bancos financiam por todas as modalidades. Veja, a seguir, as taxas de juros cobradas em setembro por cada banco:













Olhe para o Custo Efetivo Total (CET)

As taxas de juros já dão uma boa ideia do custo do financiamento, mas elas não são suficientes para tomar a decisão de onde financiar seu imóvel. O mais importante é comparar o Custo Efetivo Total (CET) do crédito, que inclui na conta, além dos juros, outros serviços cobrados pelo banco, como aconselha o especialista em financiamentos Marcelo Prata, presidente do Canal do Crédito.

Para fazer essa pesquisa, você pode usar os simuladores dos sites, que são obrigados pelo BC a fornecer o CET. O site Canal do Crédito também faz essa comparação entre os bancos.

O CET varia, especialmente, conforme o valor do imóvel a ser financiado e a idade do responsável, que pode encarecer o seguro cobrado pelo banco. Lembre que existe, ainda, a possibilidade de trocar o seu financiamento de banco, por meio da portabilidade.

Vale a pena tentar negociar a taxa de juros do financiamento se você já é cliente antigo do banco e é reconhecido como um bom pagador, como sugere a economista Marcela Kawauti, do SPC Brasil.

Algumas construtoras financiam só por um banco específico. Assim, outra dica é escolher o imóvel, também, por esse critério, já que você pode perder muito dinheiro ao financiar imóvel por taxas de juros altas.

Clique aqui e confira mais dicas.

Veja Mais Notícias
Escolha a Piramid mais perto de você.
  • Unidade Centro
  • Unidade Fiúsa
  • Unidade Vargas
  • Unidade Boulevard
  • Belo Horizonte
    (031) 3508-8288
  • Brasília
    (061) 3246-7888
  • Campinas
    (019) 3512-9880
  • Franca
    (031) 3508-8288
  • Ribeirão Preto
    (016) 2111-8888
  • Rio de Janeiro
    (021) 3513-0888
  • São Paulo
    (011) 3508-8890
  • Sertãozinho
    (016) 3513-0888
  • Uberaba
    (034) 3326-9888