Consultores e Corretores
Cadastrar Imóvel
(016) 2111-8880 (016) 2111-8888
Telefone

A partir da mineração do ouro em Minas Gerais, os campos do norte de São Paulo sofreram grande afluência de povoadores mineiros, que aí formaram fazendas de criação de gado.

Com o aumento da população tornou-se necessária a construção de uma capela e, para este fim, José Mateus dos Reis doou a primeira gleba de terras, em 1845.

Novas doações seguiram-se, não aceitas, contudo, devido a cautelas legais.

Somente em 1856, depois de mudado o local das doações, foi possível a formação do patrimônio, com a construção da ermida de São Sebastião, entre o Córrego Retiro e o Ribeirão Preto.

O povoado continuou progredindo, sendo elevado à categoria de Freguesia em 1870, quando foi concluída a construção da capela.

A partir da Independência do Brasil, as atividades agrícolas foram incentivadas, tendo a Vila de São Sebastião do Ribeirão Preto acolhido inúmeras famílias. Dentre estas destaca-se a família Pereira Barreto que introduziu a cultura do café tipo "bourbon".

Destacados cafeicultores abandonaram o Vale do Paraíba instalando em Ribeirão Preto, terra apropriada ao café, grandes fazendas, sob administração dos Pereira Barreto, dos Junqueira, do Coronel Francisco Schmidt - o "Rei do Café", Martinico Prado e Henrique Dumont.

O rápido progresso de Ribeirão Preto derivou-se do Extraordinário desenvolvimento da cafeicultura, largamente explorada, e da instalação dos trilhos da Companhia Mogiana de Estrada de Ferro, em 1883.

Nessa época, a "Capital do Café"contava com 10.420 habitantes.

FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA

Distrito criado com a denominação de Ribeirão Preto, por Lei Provincial no 51, de 02 de abril de 1870, no Município de São Simão.

Elevado à categoria de vila com a denominação de Ribeirão Preto por Lei Provincial no 67, de 12 de abril de 1871, desmembrado de São Simão. Constituído de 2 Distritos: Ribeirão Preto, Vila Bonfim. Sua instalação verificou-se no dia 06 de junho de 1874.

Tomou o nome de Entre Rios por Lei Provincial no 34, de 07 de abril de 1879. Foi restabelecido o de Ribeirão Preto por Lei no 99, de 30 de junho de 1881.

Cidade por Lei Provincial no 85 ou 88 de 01 de abril de 1889, o município teria sido criado segundo a fonte, em 6 de setembro de 1892.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o Município de Ribeirão Preto se compõe de 2 Distritos: Ribeirão Preto e Vila Bonfim.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o Município de Ribeirão Preto permanece com 2 Distritos: Ribeirão Preto e Vila Bonfim.

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31- XII- 1937, bem como no quadro anexo ao Decreto-lei Estadual no 9073, de 31 de março de 1938, o Município de Ribeirão Preto compreende o único termo judiciário da comarca de Ribeirão Preto e se divide em 2 Distritos: Ribeirão Preto e Vila Bonfim Pelo Decreto Estadual no 9775, de 30 de novembro de 1938, o Distrito da Sede do Município de Ribeirão Preto perdeu parte do território para o novo Distrito de Guatapará.

Em 1939-1943, o Município de Ribeirão Preto é composto dos Distritos de Ribeirão Preto, Bonfim e Guatapará - e é termo único da comarca de Ribeirão Preto, termo este formado por 2 Municípios: Ribeirão Preto e Cravinhos.

Em virtude do Decreto-lei Estadual no 14334, de 30 de novembro de 1944, que fixou o quadro territorial para vigorar em 1945-1948, o Município de Ribeirão Preto ficou composto dos Distritos de Ribeirão Preto, Gaturamo e Guatapará, e constitui o único termo judiciário da comarca de Ribeirão Preto, a qual é formada pelos Municípios de Ribeirão Preto e Cravinhos.

Decreto-lei Estadual no 14334, de 30 de novembro de 1944, altera a denominação de Vila Bonfim para Gaturano.

Aparece no quadro fixado pela Lei no 233, de 24-XII-1948 para vigorar no período 1949-1953, composto dos Distritos de Ribeirão Preto, 1º e 2º Subdistritos, Dumont, Gaturano e Guatapará e no fixado pela Lei Estadual no 2456, de 30-XII-1953 para 1954-1958, dos Distritos de Ribeirão Preto, 1º e 2º Subdistritos, Bonfim Paulista; Dumont e Guatapará, comarca de Ribeirão Preto.

Lei Estadual no 2456, de 30 de dezembro de 1953, altera a denominação de Gaturano para Bonfim Paulista.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 01-VII-1960.

Lei Estadual no 8092, de 28 de fevereiro de 1964, desmembra do Município de Ribeirão Preto o Distrito de Dumont.

Lei Estadual no 6645, de 01 de janeiro de 1990, desmembra do Município de Ribeirão Preto o Distrito de Guatapará.

Em divisão territorial datada de 01-VI-1995, o município é constituído de 2 Distritos: Ribeirão Preto e Bonfim Paulista.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 15-VII-1999.

ALTERAÇÕES TOPONÍMCIAS MUNICIPAIS

Ribeirão Preto para Entre Rios, teve sua denominação alterada, por força da Lei Provincial no 34, de 07 de abril de 1879.

Entre Rios para Ribeirão Preto, teve sua denominação alterada, por força da Lei no 99, de 30 de junho de 1881.

GENTÍLICO: RIBEIRÃO-PRETANO

Fonte: Biblioteca IBGE

Escolha a Piramid mais perto de você.
  • Unidade Centro
  • Unidade Fiúsa
  • Unidade Vargas
  • Unidade Boulevard
  • Belo Horizonte
    (031) 3508-8288
  • Brasília
    (061) 3246-7888
  • Campinas
    (019) 3512-9880
  • Franca
    (031) 3508-8288
  • Ribeirão Preto
    (016) 2111-8888
  • Rio de Janeiro
    (021) 3513-0888
  • São Paulo
    (011) 3508-8890
  • Sertãozinho
    (016) 3513-0888
  • Uberaba
    (034) 3326-9888